Quarta-feira
20 de Março de 2019 - 
Jamais Advogamos apenas um processo... sempre defendemos uma grande causa.
Se ages contra a justiça e eu te deixo agir, a injustiça é minha - Gandhi
A palavra é instrumento irresistível da conquista da liberdade - Rui Barbosa
Eu gosto do impossível, porque lá a concorrência é menor - Walt Disney

Notícias

Gehlen Diniz afirma que governo vai pagar Coopserge

Compartilhe! O líder do governo na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Gehlen Diniz (PP), garantiu aos cooperados da Coopserge, que ocuparam o Salão Marina Silva pedindo que o governo pague seus salários, que o governador vai honrar seus compromissos. O parlamentar alega que a cooperativa precisa apresentar os documentos exigidos pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE) para ter o pagamento liberado. Gehlen ressaltou que a Cooperativa dos Trabalhadores Autônomos em Serviços Gerais (Coopserge) não apresentou os documentos exigidos para que seja feito o pagamento decorrente dos serviços prestados ao governo. Disse ainda, que o governador inicialmente vai pagar os meses de janeiro e fevereiro deste ano, e só após receber mais recursos vai pagar os meses referentes ao governo anterior. “Iremos encontrar uma solução e lhes dar uma resposta. Defendo sempre que o trabalhador precisa receber pelo seu trabalho. Infelizmente a Coopserge ainda precisa apresentar alguns documentos exigidos pela PGE, para só então o dinheiro ser liberado. Infelizmente o atual governo recebeu o Estado com muitas dívidas, que vão desde empresas terceirizadas a pagamento de funcionários públicos. Mas aos poucos tudo será resolvido”, garantiu. Gehlen Diniz relatou também que a Coopserge repassou apenas 80% da totalidade de sua folha de pagamento e que precisa apresentar documentos como RG, CPF e cadastro de credor de cada trabalhador para poder receber. Ele destacou que o governo precisa cumprir o edital ou a PGE suspenderá todo o pagamento. No tempo destinado ao Grande Expediente, o parlamentar rebateu o discurso do deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB), que ao citar a tragédia ocorrida na manhã de hoje em uma escola localizada em Suzano, São Paulo, onde 10 estudantes foram mortos e outros 17 ficaram feridos após o ataque que dois jovens armados, responsabilizou o governo de Jair Bolsonaro (PSL), que, de acordo com o comunista, incentiva o uso de armas de fogo. “Essa tragédia que ocorreu hoje, onde crianças foram executadas, não foi a primeira vez, já ocorreu em Realengo, em Minas Gerais. Maluco nesse mundo tem bastante, o que devemos é evitar que isso aconteça em nosso Estado. Discordo do deputado Edvaldo, os crimes sempre aconteceram e apesar de defender a liberação de armas, o governo também impõe determinadas regras e não o uso indiscriminado de armas. No Acre, iremos pedir que as escolas fiquem com seus portões fechados, dificultando a ação de bandidos. Precisamos proteger nossas crianças”, finalizou. Andressa Oliveira Agência Aleac
Fonte:
AL Acre
13/03/2019 (00:00)

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Previsão do tempo

Hoje - Rio Branco, AC

Máx
31ºC
Min
24ºC
Pancadas de Chuva a

Quinta-feira - Rio Branco, A...

Máx
30ºC
Min
23ºC
Pancadas de Chuva

Sexta-feira - Rio Branco, AC

Máx
32ºC
Min
23ºC
Pancadas de Chuva

Sábado - Rio Branco, AC

Máx
31ºC
Min
24ºC
Pancadas de Chuva

Contate-nos

FELIX NOVAES ADVOGADOS

Travessa Leblon  1009  Loja
-  Abrahão Alab
 -  Rio Branco / AC
-  CEP: 69918-040
+55 (68) 992013301
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  3559
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.